Domingo, 8 de Maio de 2011

Manipulação da comunicação Social

 

 

 

Os meios de comunicações sócias surgiram com o objectivo principal de informar a população sobre os acontecimentos que merecerem destaques devida ao seu grau de importância para sociedade em geral. Não há como negar que as comunicações sócias fazem esse trabalho, mas de forma muito destorcidos, de acordo com os interesses indivíduas ou de grupos organizado. 

 

 

Factos verídicos confirmam que, a comunicação social é uma máquina moldada de acordo com os interesses pessoas. Isso acontece nos países pobres e sem liberdades de expressão, mas também acontece naqueles países ricos, aqueles que são proclamadores das leis, dos direitos a igualdades e da liberdade de expressão. Sim, estou a falar dos Estados Unidos (USA), Inglaterra, França, etc. Abaixo apenas cito um exemplo recente:

 

 A notícia da morte do filho e dos netos de Kadhafi. Esta notícia foi apresentada como se de uma vitória trata-se. Sim foi uma vitória, mas para quem? Para os rebeldes e para as forças da NATO (força que ao meu ver não deveria ter participação directa nesse guerra), mas principalmente para a comunidade internacional (ocidente, mas concretamente Estados Unidos da América). Mas será que não há ninguém na líbia que apoia o governo local? Pessoas que sofreram com a morte dessas pessoas? Claro que há, então porque que elas não fazem parte dos noticiários? Não interessa aos detentores do poder no mundo, querem fazer passar a ideia que a população da líbia esta contra o Kadhafi. Mas eu sei, que isso que isso, não é tão verdade, e será que o mundo não tem o direito de saber isso? Vejamos, Kadhafi aceitou negociar no sentido de a curto prazo realizarem elações na Líbia (passa a ser um estado democrático, que a vontade do ocidente). Então porque que continuam a bombardear de forma desenfreadamente as infraestruturas militares e as forças leais a Kadhafi? Porque não à uma revolta da população na líbia. Existe a revolta de uma parcela não maioritária da população, diga-se de passagem com a mãozinha do ocidente (Estados Unidos da América) por traz. Por isso, tem que tirar Kadhafi a força do poder. Se não, correm o risco de perder uma eleição que seria realizada num futuro aproxime pelo próprio Kadhafi. Existe então uma contradição, se o povo da líbia não quer mais Kadhafi porque não esperar a realização das eleições (a derrota do Kadhafi seria expressiva e ele abandonaria o poder). Ou será que os crimes, as mortes que Kadhafi cometeria num curto período (1 a 2 anos) até a eleição, viria a ser maior do que aqueles que estão a acontecer por causa da guerra? Claro que não. Então, não faz sentido essa guerra. Por isso, que a meu ver os motivos são outros (assim como foi o caso do Iraque), eliminar todos aqueles que pensam de forma deferente e consequente mente são encarados como ameaço para o Estados Unidos da América no seu dominou pelo sobre o mundo.

 

A comunicação social em ves de informar o povo de toda verdade, mostram apenas um lado da moeda. E as notícias muito bem destorcidas ou manipuladas, engana quase toda a gente… 

Publicado por IlidioPina às 14:14
Link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



ILÍDIO DE PINA, Engenheiro Químico, Professor De Física

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

A desculpa do desrespeito...

Construção do "Novo" Lice...

Sobre a falta de valores ...

Sobre o Funcionamento do ...

Coligação política após o...

Arquivos

Dezembro 2014

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Janeiro 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Julho 2009

Links

blogs SAPO

subscrever feeds